RESERVAS

Responsabilidade Social na Bensaude Hotels

hotels azores
 

A Bensaude Hotels procura incentivar uma atitude de permanente contato com a sociedade em que se insere, nos Açores e em Lisboa, em conjunto com todos os seus colaboradores. Esse princípio está assim na origem de muito do que fazemos e, como se pode constatar, em algumas ações especiais que gostávamos de lhe dar conta.

Chá solidário no Hotel Açores Atlântico

A 14 de Novembro,  realiza-se na Varanda do Hotel Açores Atlântico, em Ponta Delgada, um chá solidário promovido pelo Lyons Club de São Miguel. Esta prestigiada instituição, tem mantido uma dinâmica muito interessante, capitalizando esforços que permitem materializar apoios aos mais carenciados.

Assim será este lanche, num registo simples e solidário, com produtos açorianos, como o chá da Gorreana e a tradicional Massa Sovada. O evento destina-se a todas as Instituições Públicas de Solidariedade Social (IPSS) da ilha de São Miguel e contará com a presença do ilustre Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, na sua qualidade de Lyon.

É com muito orgulho que a Bensaude Hotels se associa a mais esta iniciativa do Lyons Clube de São Miguel.

A Bensaude Hotels & a Make a Wish

A Bensaude Hotels tem vindo a colaborar com a Make a Wish Portugal, fazendo parte da magia da Make a Wish, transformando desejos em realidade! Este ano, todos juntos, ajudamos a levar a Rafaela à EuroDisney!

A Rafaela tem 8 anos e vive na Ilha Terceira, nos Açores, e, o seu maior desejo, era ir à Disney e conhecer todas as personagens daquele mundo mágico.

A Bensaude Hotels ofereceu a estadia num dos hotéis da sua coleção à Rafaela e à família que a acompanhou nesta viagem. Eis o testemunho da mãe da Rafaela, que diz ter sido contagiante a felicidade da Rafaela e que são imagens que nunca irão esquecer:

Mãe da Rafaela:

“Todas as fotografias são o testemunho de pura felicidade, o sorriso dela foi sempre constante. Pessoalmente consegui esquecer que estava com uma menina tão especial, os obstáculos não existem, tudo está preparado para

receber as pessoas com limitações. A sensação que tive foi que estava dentro de uma “bola” mágica, sem problemas”. É com enorme prazer e um profundo sentido de responsabilidade social que a Bensaude Hotels aceita estas parcerias. O testemunho da mãe da Rafaela enche os corações de todos os nossos colaboradores. Por sua vez, as palavras da Make a Wish ditam o mote, e garantem-nos que este é o caminho a seguir.

Foi assim que nos escreveram: “Fica a certeza que fizemos uma excelente equipa. Em nome da Make-A-Wish, demonstramos todo o apreço pela ajuda prestada neste desejo. De corpo e alma, continuaremos a espalhar mais magia! Muito obrigado por terem feito a Rafaela voar!”

A Bensaude Hotels lança Campanha SOS Cagarro em todos os Hotéis da sua Coleção

A Bensaude Hotels decidiu promover a divulgação da proteção do Cagarro – espécie protegida – junto dos seus Colaboradores, Clientes e Hóspedes. Esta iniciativa, que teve início no mês de Outubro, nasceu de um planeamento interno, que se centra na promoção de ações de sensibilização e envolvimento de todas as equipas. Para o efeito, foi desenvolvida uma campanha, que envolveu a criação de vários materiais (flyer, templates), para distribuição em toda a cadeia de hotéis da Bensaude Hotels, divulgação no facebook, press-release, e outras ações, no âmbito da parceira já protocolada, com os parceiros institucionais, Parques Naturais de Ilha e a Azorina.

O Cagarro é a ave marinha mais abundante nos Açores, totalizando cerca de 97500 casais reprodutores. A população nidificante açoreana representa 74% da população mundial da subespécie Calonectris diomedea borealis e 52% da espécie Calonectris diomedea. Para além dos Açores, esta ave nidifica também nos arquipélagos da Madeira, Berlengas e Canárias.

Após o período de eclosão e emancipação da espécie, os cagarros reúnem-se em grande bandos e efetuam migrações transequatoriais, nomeadamente, para a costa do Brasil e do Uruguai.

O grande declínio que as suas populações mundiais registaram nas últimas décadas, levam a considerar esta espécie como vulnerável.

Quer aceder à versão otimizada para mobile?